Para Mestres Químicos!!!

professor-de-QuimicaSe você é mestre e é apaixonado por química, somos dois! sou Thomas Magno, o mestre que lhe escreve este  post!

Pois bem, um belo dia decidi nomear poções misteriosas com o nome que, em minha opinião, de fato mereciam. Um exemplo foi deixar de utilizar “veneno corrosivo” ou coisas do tipo para utilizar ácidos fortes, como ácido sulfúrico (H2SO4), ácido clorídrico (HCl) e outros. Para compostos com aparência de pequenos cristais pode-se utilizar bases ou sais, lembrando que há sais de caráter ácido, neutro e alcalino.

 

“Mas, como infernos isso seria útil numa partida de RPG???”250px-PotionofMinorHealing Como? Não é lógico? A partir do momento q você possui ácidos e bases, você pode brincar de fazer reações de neutralização (aí depois é só chamar de alquimia e diz q transformou 2 compostos em um terceiro por magia!). Pois bem, contar-lhe-ei um exemplo.

O grupo andava por uma escura caverna, Sebastião (o então paladino do grupo) encontrou pequenos fragmentos sólidos em uma caixa vedada. Ele me pediu uma descrição e logo lhe disse que era um item de coloração branca e teor alcalino. Após Erick (mago e alquimista) analisar o composto ele chegou a conclusão que era hidróxido de potássio (KOH). O grupo não ligou muito e continuou andando. Tempos se passaram e eles se depararam com uma sala onde encontraram uma criatura enorme e poderosa, uma coruja gigante, que era aliás, o espírito da sabedoria.

Tal espírito, descontente com eles tentou lhes matar agitando suas asas e tentando provocar o colapso da caverna. Para a sorte do grupo eles conseguiram se esconder em uma outra sala, mas ficaram presos lá… O pior ainda estava por vir, logo lhes contei que a sala estava se saturando de dióxido de carbono (CO2), por causa da respiração deles. CO2 é um óxido de teor ácido que, se inalado, provoca alterações no PH do sangue e leva à morte. Os jogadores logo tentaram encontrar uma saída onde eles estavam (e iriam encontrar, o problema era o tempo que eles tinham… Não podiam ficar respirando dióxido de carbono daquela forma, eles iam morrer!). Para nooooooossa alegria!!! a alegria dos jogadores, Caio (ranger nessa aventura) tem a grande sacada e grita “abre a caixa de KOH!”, nos últimos minutos de vida. No final das contas, com a adição de hidróxido de potássio ao meio, neutralizou-se a acidez do dióxido de carbono e eles tiveram mais tempo de vida, que os possibilitou encontrar uma  passagem escondida.

Eu sei que esses conceitos químicos nem de longe existiam na era medieval, mas foi muito divertido e nem teve tanto ar de off topic. Na minha visão teve mais benefício (por conta da tensão e elevação intelectual dos players no meio do jogo) do que prejuízos (pela não existência de tais conceitos na época). Se mesmo assim encherem o saco, diga que os alquimistas fizeram, no universo do jogo, um estudo aprofundado à respeito e que esses conhecimentos já estavam disponíveis em um célebre livro de alquimia 😀 .

OBS: Para poções com efeitos mais “exóticos”, como recuperar vida e mana, diga apenas que é uma mistura muito rica em compostos orgânicos e dotada de poderes sobrenaturais.

Cordialmente, Thomas Magno (Mestre do jogo).

Anúncios

2 opiniões sobre “Para Mestres Químicos!!!”

  1. Putz, acho que eu só acertaria essa por eliminação…

    Na minha época de mestre eu gostava de usar mais fenómenos físicos (sempre fui mediano em química), como eletrecidade, mecânica, eletroestática, física de fluídos e etc. Exemplo: o mago com um cajado de lighning bolt inventou de “ajudar” no combate do Cavaleiro (usando uma brilhante armadura Full plate) contra um undead. Já deu pra entender, né?

    Ah, outros erros de digitação…
    Faltou espaço aqui: “fosfórico(H3PO4)”
    Sobrou espaço aqui: “Erick ( mago)”

    Pelo menos, dessa vez, ao balancear o número de espaços o produto final ainda é uma equação estável.

    1. Fenômenos físicos realmente são interessantes de se utilizar em RPG, é justo aplicá-los. Acho inclusive bem mais justo do que utilizar química como fiz pois, às vezes, fenômenos físicos são mais dedutíveis para os jogadores.

      Eu tive a ideia de aplicar reações de neutralização pois lembrei de uma prova minha enquanto narrava o jogo… Bizarro, né?

      Quanto aos espaços… Hehe, eu não levo jeito mesmo, terei que revisar mais vezes meus textos antes de postar (tentarei também, dar utilidade ao corretor, e utilizá-lo melhor).

      Obrigado novamente.

Deixe um comentário :D

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s