Todos os posts de Sebastião

Magic: The Gathering \o/

Fala pessoal, aqui é o Sebastião, trazendo um post diferente hoje! Vou falar hoje sobre Magic (um dos maiores card games do mundo, somente atrás de Yu-gi-oh) e como eu, o Thomas (que também fala altas coisas nesse post :v ) e o Caio começamos a jogar. Vou dividir o post em 2 partes, a primeira eu explico o jogo para quem não conhece ou tem dúvidas sobre o mesmo, e na segunda a gente (eu e o Thomas) conta a nossa historinha 😀

magic card

O JOGO (perdi. Entendedores entenderão)

Magic: The Gathering é um card game criado em 1993, onde 2 jogadores  jogam com um baralho contra o outro (existe o chamado mesão, que junta a galera pra jogar entre si :v ). É um jogo um pouco complicado, mas nada impossível xD.
O jogo acaba quando um dos jogadores perde, e tem 4 maneiras de perder no Magic:

1- Seus pontos de vida chegarem a 0 (zero)
2- Caso alguma carta que tenha esse efeito seja ativada
3- Caso o seu deck/grimório acabe (o famoso “deck out”)
4- Caso você possua 10 ou mais marcadores de veneno.

Cada deck deve consistir de pelo menos 60 cartas (você pode usar mais, mas não recomendo isso, sério), e cada jogador começa o jogo com 20 pontos de vida. Exitem 2 tipos de cartas no Magic:

1- Permanentes: São cartas que quando ativadas permanecem em campo até serem destruídas ou exiladas do jogo. São permanentes: os terrenos, criaturas e encantamentos;
2- As não-permanentes: São cartas que quando ativadas vão para o cemitério após resolverem o seu efeito (ou serem negadas). São não-permanentes as Mágicas instantâneas e os feitiços.

Cada carta possui um custo para ser ativada, é o chamado custo de mana, e se pode ver no canto superior direito da carta. A mana é gerada pelos terrenos ou por cartas com esse efeito, existem 6 tipos/cores de mana: Vermelha, Azul, Branca, Preta, Verde e Incolor. É possível fazer um deck com qualquer combinação dessas cores, mas pra quem tá começando, recomendo fazer um deck mono ou bicolor.
Coisas como combate não vou explicar, porque é bem complicado 😡 mas é simples, o poder é o dano que a criatura dá, e a resistência é o tanto de dano que ela aguenta. Ex 1/2 (1 de poder e 2 de resistência).

Bem, essa foi a primeira parte do post, depois posto a segunda, valeu pessoal 😀

Sebastião

Anúncios

Nova Review: Ni no Kuni: Wrath of the White Witch

Fala pessoal, aqui é o Sebastião ( o cara que atrasou um pouco o post semanal :P), e hoje vou trazer uma review pra vocês de um jogo não tão conhecido, mas incrivelmente bom, Ni no Kuni: Wrath of the White Witch. Bem, é um RPG exclusivo do ps3 lançado no dia 22 de janeiro de 2013 aqui no ocidente, e sério, foi o melhor JRPG que joguei no ps3 de longe. O jogo tem muitos pontos pra se abordar, então vou fazer algo mais segmentado aqui.

images

História:

O personagem principal se chama Oliver, ele tem 13 anos, vive na cidade de Motorville junto com sua mãe, Allie e ambos vivem uma relação muito feliz e uma vida bem pacata. Mesmo tendo essa cara de menino bonzinho ele sai de casa durante a madrugada por um pedido do seu melhor amigo, Phil, que queria testar uma invenção que ele estava contruindo há um tempo, que nada mais era do que um carro. Bem, como sempre, algo ruim acontece e Oliver cai no rio com o carro e é salvo por quem? Sim, a mãe dele, e que graças ao fato de que Oliver não sabe nadar, acaba morrendo.

É a partir daí que a história começa de verdade, Oliver fica muito triste com a morte da mãe, pois acha que foi graças a ele que sua mãe morreu e começa a chorar, suas lágrimas “dão vida” ao Drippy, uma fada que era um boneco (que Allie deu a Oliver). Drippy explica que veio de outro mundo e que todas as pessoas do mundo de Oliver, possuem um equivalente no “Outro mundo”, e que era possível salvar sua mãe. Drippy então entrega um livro para Oliver, o Wizard’s Companion, que possui histórias sobre o mundo, mapas, magias, e tudo mais. Drippy também fala que os dois mundos estão sofrendo com os “corações” quebrados das pessoas, isso se deve a um mago terrível chamado Shadar.

Oliver, que agora é um mago (por causa do livro), então decide ir ao mundo do Mr. Drippy para salvar sua mãe e ajudar as pessoas do outro mundo e derrotar Shadar para restaurar o coração das pessoas.

Jogabilidade

Bem, no outro mundo, existem animais que se chamam “Familiars” que são monstrinhos bem no estilo pokemon mesmo, com direito a evoluções e tudo. O combate do jogo se resume a esses “Familiars” e as magias de Oliver, é bem uma mistura de FF com Pokemon, tirando o fato que não é em turnos, é algo mais parecido com Final Fantasy XIII. Não tem muitos controles, pois o jogo é basicamente explorar o mundo, resolver quests (melhor parte do jogo são as side quests) e derrotar inimigos/capturar familiars. Só uma coisa, o jogo tem aparência de infantil e tudo mais, mas a dificuldade é beem grande se você não for acostumado com o estilo do combate.

Gráficos/Arte

Bem, quem ficou responsável pela arte do jogo foi o Estúdio Ghibli, conhecido por filmes como: Viagem de Chihiro, Tonari no Totoro, Mononoke-hime, entre outros. Só por causa disso se pode dizer que a arte do jogo é linda, junto com a ambientação, que tem o ar das animações desse estúdio, tirando o fato que tem cutscenes que são em animações, e quem conhece as animações que citei, vai notar que o jogo podia ser adaptado para um filme desse estúdio com certeza.

download

Veredito: O jogo é fantástico pra quem gosta do estilo e é indispensável para os fãs de rpg que tem um ps3. Quem não gosta muito, melhor jogar outros títulos de rpg antes de vir para esse. O jogo é bem divertido, com centenas de side-quests, vários familiars pra se “capturar”, diversas pessoas que precisam restaurar seus corações e fora a história principal que é fantástica, o único problema no jogo é que o combate, após algum tempo se torna repetitivo, mas nada que estrague a experiência na minha opinião 😀

Scott Pilgrim contra o mundo!

Fala pessoal, aqui é o Sebastião e hoje venho falar sobre um dos meus quadrinhos favoritos: Scott Pilgrim contra o mundo!

Então, vou começar falando sobre o autor, Bryan Lee O’Malley, um cartunista e músico que nasceu no Canadá em 1979, e é mais conhecido justamente pela série/saga Scott Pilgrim, mas ele também lançou outras graphic novels.

Scott Pilgrim fala sobre Scott, um canadense de 23 anos ( ou eram 24? nem lembro xD) que vive junto com um amigo gay num apartamento e é baixista da banda Sex Bomb-Omb, que se apaixona pela americana recém-chegada Ramona Flowers, mas para namorá-la, ele precisa derrotar os SETE ex- namorados do mal dela. A história é bem simples na realidade, mas os personagens são incrivelmente carismáticos, não tem como não gostar deles, SÉRIO. E com o desenrolar da história você acaba percebendo que o Scott e a Ramona formam um dos melhores casais que eu já vi e que alguns dos outros personagens, como a Kim (baterista da banda), são personagens ótimos que geram vários momentos cômicos.

Um pouco antes dos quadrinhos acabarem (eles iniciaram em 2006 e terminaram em 2010, se eu não me engano), foi lançado o filme baseado nos quadrinhos. Eu, vi o filme depois que li, e não gostei nem um pouco xD pelo seguinte motivo: aqui no Brasil lançaram em 3 volumes com uma quantidade grande de páginas, não me lembro ao certo  e fizeram APENAS 1 FILME, logo, eles tiveram que cortar muita coisa, o que me deixou bem triste. MAS, caso você não conheça a série ou nunca tenha visto. VEJA O FILME PRIMEIRO caso prefira, porque caso você goste, leia e você irá gostar muito mais xD, e caso não goste, leia e você irá gostar \o/ (das HQs pelo menos u.u)

Também existe um jogo, num estilo arcade 8-bits para playstation 3 e xbox 360, na PSN e Xbox LIVE, para baixar, caso comprem, joguem com um amigo, pelo amor de Deus, porque o jogo é insanamente difícil xD eu comprei e não consigo passar do 3º namorado T-T

Para quem se interessou, aqui vai um link que tem todas as HQs (foram 6 volumes no total, aqui eles juntaram 2 volumes em 1 e.e) em português e em inglês, para quem tem um domínio maior do inglês, leia em inglês devido aos jogos com palavras que os personagens fazem, porque em PT muitos trocadilhos e piadas perdem a graça, mas caso você prefira, leia em PT mesmo, porque a mágica que Scott Pilgrim tem ainda continua, não importa o idioma. xD

http://www.melhoreshq.com.br/2013/02/scott-pilgrim-volume-1-ao-6-ler-online.html

Enfim, o post vai ficando por aqui mesmo, falem o que vocês acharam nos comentários, e deem assuntos para os próximos posts xD, um abraço pra vcs e fui!

5 séries que valem MUITO a pena assistir!

Fala pessoal, aqui é o Sebastião, o cara que só postou 1 vez aqui no blog!(até agora)
Esse meu post vai falar sobre 5 séries que acho indispensáveis para quem curte, algumas vocês já devem conhecer, mas vamos a lista (onde vou comentar brevemente sobre cada uma xD)

1-Breaking Bad
Minha série favorita, o Thomas também curte muito, fala sobre um professor de química (um dos porquês da gente gostar xD) que é diagnosticado com cancêr e decide “cozinhar” para garantir o sustento da sua família. Muito boa! Possui 5 temporadas e será lançad um spin-off da série, falando sobre o advogado Saul Goodman.
Breaking Bad: Jesse Pinkman and Walter White

2- Game of Thrones
Série épica, baseada nos livros “As Crônicas de Gelo e Fogo” de George R.R. Martin, o tema central fala sobre quem irá assumir a posse do Trono de Ferro, mas como possui diversos personagens principais, fica meio hard de dar uma sinopse decente… Possui 4 temporadas até agora.

3- House of Cards
Série original do Netflix, é um drama político que fala sobre o deputado Frank Underwood, um homem que não se importa de manipular os outros para atingir os seus objetivos, até agora possui 2 temporadas mas a 3ª já foi confirmada e deve ser lançada ano que vem!
download
4-How I Met Your Mother
Série fantástica, com 9 temporadas de 24 episódios cada, recomendadíssima, nem preciso explicar o enredo pois o nome é auto-explicativo. O diferencial são os personagens, que ao meu ver, são sensacionais, em especial o Barney Stinson, que sem dúvidas é o melhor personagem da série.

5-Vikings
Série Fodástica (não sei se é permitido falar isso, mas é a melhor palavra para definir), fala sobre Ragnar Lothbrok, que acredita ser descendente de Odin, e tem o objetivo de navegar em direção a Inglaterra em busca de mais terras, o problema é que muitos não acreditam que a Inglaterra sequer existe. Série com batalhas incríveis e personagens ótimos (como o próprio Ragnar), possui 2 temporadas, mas a 3ª está sendo filmada e será lançada em 2015.
images

Bem, o post era isso, não ficou lá essas coisas porque não me aprofundei em cada uma, era só para dar uma ideia geral sobre as séries mesmo, mas caso alguém queira, eu posso me aprofundar e contar mais sobre alguma série em especial deixa nos comentários que eu faço 😀

Sebastião Venâncio.

Novo autor na área!

Fala pessoal, aqui é o Sebastião, o Thomas já falou algumas vezes de mim em outros posts dele. Bem, esse vai ser um post curtinho aqui, só me apresentando mesmo, sem nada demais xD

Como autor/ criador de conteúdo (não sei o nome certinho), vou fazer posts sobre diversas coisas, sobre filmes, jogos, RPG, HQs, livros, séries … exceto escrever histórias, sou horrível nisso T.T

Já que o Thomas (meu chefe agora? não sei ‘-‘) já falou bastante coisa sobre RPG, tentarei falar menos, apenas sobre sistemas de rpg  e mods desses sistemas (coisa que já pesquisei bastante :D)

Bem,  o post era pra ser curtinho assim mesmo, se alguém tiver um pedido para algum post específico,  ou alguma dúvida, coloca nos comentários que eu respondo.

Aqui uma foto da minha série favorita, Breaking Bad, que talvez farei um post sobre ela (sem spoilers pra quem ainda não viu, claro)

Sebastião V.