Arquivo da categoria: Notícias do Blog

Analisaram Memórias de um Nobre!

Olá, aqui é Thomas Magno, o Dungeon Master e escritor que está fazendo este post.
Bem, hoje eu queria deixar aqui um texto que recebi de um escritor e poeta chamado António Corvo, em que ele analisou Memórias de um Nobre (todos os quatro capítulos incluídos). Eis o texto dele:

Oi Thomas, li os quatro capítulos. Bom, eu faço análises e críticas literarias profissionalmente, mas posso dar uma impressão do que li e algumas dicas. Antes de mais nada, eu direi o que sempre digo a todos que me encomendam consultoria e também nas minhas oficinas de escrita criativa: esta é somente UMA opinião entre várias outras que vão aparecer pelo caminho. Ok? Então vamos lá.

Primeiramente o que importa: gostei do tema e do jeito como você conduz a narrativa no plano da ideia, do conceito. De fato, acho mesmo que você conseguiu captar a essência da literatura gótica. Boa criação de cenários e contextos. Ou seja, você tem indiscutivelmente talento e agrada no gênero.

Vi, entretanto, alguns problemas que atribui a uma possível falta de experiência, portanto, são coisas absolutamente normais e que até já estejam resolvidas, já que você me disse que o texto tem tempo.

Há uns erros de gramática. Nada gritante ou que um bom revisor não corrija. O problema é que a pontuação trava um pouco a narrativa. Não flui bem em certos momentos. Existem palavras como “tal” e expressões como “após isto” que não são legais de jeito nenhum, matam a narrativa, ela fica muito recortada artificialmente. É preciso desenvolver mais essas passagens de tempo ou simplesmente passar para a fase de tempo seguinte, sem dizer que está passando, o leitor entenderá.

Há uma claríssima e evidente influência ao Corvo, do Poe. Isso não é ruim, todos temos influências. Eu mesmo sou influenciado por ele e não é pouca coisa, mas, se a obra não for diretamente ligada ou pelo menos declaradamente influenciada por um autor ou por uma obra, a transparência e a homenagem atrapalham. Você não vai querer que as pessoas enxerguem o Poe num livro seu, vai? Quer dizer, pelo menos não a ponto de esquecerem que estão te lendo e ficaram só com o Poe na cabeça. Então, cuidado.

Acho que a historia é boa o suficiente para ser mais longa, mais trabalhada, para ser mais literária. Ficou curta, foi rápida, e merecia mais detalhes> Você é um bom construtor de cenas e descreve bem os contextos. Trabalhe esse dom e essa facilidade.

Menção mais do que honrosa para o sensacional trecho “fazendo voar em sua imaginação um universo de suspeitas”. Muito bom mesmo!!! E não é do Poe, percebe?

Por fim: Thomas e Irmão Maldito são muito óbvios ao contrário. Tá certo, tinha o lance da Alquimia e tal… mas tava muito óbvio. Se ainda houvesse um espelho na história ou que fosse importante na história ou no quarto do Thomas e daí algumas coisas fossem ao contrário, como os nomes, tudo bem, mas assim, solto, foi fácil. Nomes normais funcionariam melhor. Mas, tudo bem, vou atribuir à inexperiência, é uma coisa legal das primeiras vezes que a gente escreve, eu sei disse, já fui jovem e já escrevi quando era jovem! rsrs. E também fui DM, então sei como são os primeiros passos.

Bem, mas o que interessa, repetindo, é que você tem o talento necessário para literatura gótica e eu gostei. É preciso só o suor literário mesmo, que vem com o exercício e com a reescrita. Ok?

Abraço pra ti.

Com isso eu o agradeci pela análise e concordei com a crítica. Não quero ser uma sombra do Poe, de fato não quero que o enxerguem em meu lugar (mas sua influência é indiscutível). Quanto ao Samoht, tenho motivos para ser Thomas ao contrário… No decorrer da história, eu me coloquei nela e fiz o personagem reagir como eu reagiria. Por curiosidade, eu tenho uma cicatriz n braço assim como Samoht, ele é meu reflexo na história, mas é realmente inútil citar “Oamri Otidlam” no texto. Fiquei muito feliz por ele tê-la analisado e por ter gostado. As críticas feitas são dicas para melhorar quando são bem feitas como estas. E realmente sou inexperiente quanto a narrativa, tenho só 15 anos e não sou nenhum escritor, sou só um garoto que gosta de contar histórias… Mas cuidarei para que sejam cada vez melhores.

Para quem não conhece o António Corvo, ele costuma postar poemas em páginas de escritores  e  em seu blog A Ilha do Corvo. Dê uma olhada lá depois, a poesia agrada muito os apreciadores. Gostaria de aproveitar a oportunidade para agradecer os leitores e amigos que ajudaram na divulgação do blog e de nossas histórias. Fico feliz em tê-los aqui no blog do OAA.

OBS: Se você leu OAA e pensou em oxalacetato, dá um tempo e relaxa aí com o Ciclo de krebs ¬¬. Eu hoje a declaro como sigla para pra Our Age of Adventure.

Thomas Magno

Anúncios

Os Corvos

os cinco corvos noite2Olá, sou Thomas Magno, o mestre que lhe escreve este post! Eu deixo aqui a lista de capítulos da série Memórias de um Nobre (em ordem), para os que ainda não acompanham ou desejam reler.

Por mais bizarro que pareça, o capítulo zero deve ser lido por último. A ordem é: Cap. I, Cap. II, Cap. III e, por último mas não menos importante… O Cap. Zero. Ele é o “zero” pq conta o passado de Samoht, mas deve ser lido por último pois dá muitos “spoilers”! Quem já leu deve entender o por quê.

Thomas Magno

Novo autor na área!

Fala pessoal, aqui é o Sebastião, o Thomas já falou algumas vezes de mim em outros posts dele. Bem, esse vai ser um post curtinho aqui, só me apresentando mesmo, sem nada demais xD

Como autor/ criador de conteúdo (não sei o nome certinho), vou fazer posts sobre diversas coisas, sobre filmes, jogos, RPG, HQs, livros, séries … exceto escrever histórias, sou horrível nisso T.T

Já que o Thomas (meu chefe agora? não sei ‘-‘) já falou bastante coisa sobre RPG, tentarei falar menos, apenas sobre sistemas de rpg  e mods desses sistemas (coisa que já pesquisei bastante :D)

Bem,  o post era pra ser curtinho assim mesmo, se alguém tiver um pedido para algum post específico,  ou alguma dúvida, coloca nos comentários que eu respondo.

Aqui uma foto da minha série favorita, Breaking Bad, que talvez farei um post sobre ela (sem spoilers pra quem ainda não viu, claro)

Sebastião V.

Novos Tempos de Aventuras

Hey, sou Thomas Magno, o mestre que lhe escreve este post!

Pois bem, este post não será bem do tipo que você já está acostumado a ler aqui, nós falaremos sobre as novas metas e assuntos do blog, mas não se desanime, te garanto que ele trará ótimas notícias.

Ultimamente eu andei pensando e cheguei a conclusão de que há muita gente que não conhece o clássico RPG de mesa. Por isso farei um post que o explicará melhor e, junto a ele, postarei uma série chamada “Guia do Jogador”, onde fornecerei dicas aos jogadores iniciantes.

Além de RPG, será retratado uma variedade maior de temas nerds, tais como: videogame, cultura nórdica, músicas medievais, química, curiosidades sobre história antiga e medieval e até mesmo algumas infelizes histórias que aconteceram comigo. Além de tudo isso, quando eu tiver mais tempo pretendo gravar Podcasts com meus amigos e postar aqui!

Por enquanto isso é tudo pessoal, se você está animado com as novas metas do blog curta e compartilhe nossa página no facebook e divulgue o Our Age of Adventure :D.

Cordialmente, Thomas Magno.

Our Age of Adventure? WTF ???

rpg2

Sim, Our Age of Adventure! Este é o nome do site comandado por nerds retardados que não tem nada pra fazer além de estudar, jogar videogame e é claro… JOGAR RPG!!!! Para os que se identificam com tal, sintam-se bem-vindos. Mas se você  for um valentão que curte encher nosso saco, você já pode se retirar (não se esqueça que no final do ano “you shall not pass!!!”, como já foi dito pelo sábio Gandalf).

4488876837_8d3da2423a_z

Pois bem, para as pessoas  que ainda depois do primeiro parágrafo continuam interessadas, vou deixar claro que as funções desse site são:

  • Contar histórias épicas de nossas partidas de RPG
  • Dar dicas para mestres
  •  Contar histórias ou piadas de eventos engraçados durante o RPG (tipo as Lendas Lendárias, da revista Dragão… Você se lembra? )
  • Falar sobre jogos, filmes etc.

Se mesmo assim você continua interessado no site você é doente você é um de nós! As histórias que lhe contarei terão participação de quatro grandes amigos meus. São eles: Erick, Caio, Sebastião e Arthur. Cada um tem uma personalidade diferente e bem marcante (você vai conhecê-los e se acostumar com eles). Esse primeiro post é apenas para introduzir o que faremos, mas já lhe faço um apelo: Aproveite o tempo livre para jogar com seus amigos. De agora em diante essa será Nossa Era de Aventuras!

Cordialmente, Thomas Magno.