Desenterrando… Power Rangers – Mighty Morphin?

Olá, sou Thomas Magno, o Dungeon Master que lhe escreve este post!
Pois bem, hoje estou meio inspirado por um clima “super sentai”, logo… Nada melhor do que analisar um bom filme carregado de nostalgia! Você se lembra do primeiro filme dos Power Rangers?
power rangers mighty morphin
Ah, esse é clássico hein? Quem não o assistiu quando pirralho deveria dar uma olhada. Já os que assistiram, revejam, a sensação de nostalgia é sempre bem-vinda.

Em 30 de junho de 1995, o primeiro filme dos Power Rangers estava nas telas de cinema americanas, mas chegou ao Brasil somente em 2 de setembro do mesmo ano. O filme obteve grande sucesso, que levaria mais tarde a produção de outros filmes da franquia.
Lord-Zeddivan-ooze-creepster

A história do filme conta que há 6000 anos um ser chamado Ivan Ooze foi aprisionado numa câmara, mas agora ela foi descoberta e Ooze é libertado por Lord Zedd. O maligno Ooze ataca Zordon e agora pretende dominar o mundo. Para a felicidade geral da população, há um célebre grupo de jovens chamados de Power Rangers, que tenta impedir a dominação mundial de Ivan Ooze e salvar a vida de Zordon, quase um pai para eles. Para isso os rangers terão de realizar viagens espaciais e ir a planetas distantes, em busca de uma força que salve a Terra e Zordon.A história de salvar o mundo chega a ser meio clichê, mas conta com fatores que a torna épica e emocionante, como a triste situação de Zordon (com sua expressão bem cadavérica) e a trama de Ooze que gera uma reviravolta com Lord Zedd e Rita.zordon dying

Os efeitos especiais são aceitáveis pra época, mas nos padrões atuais nem tanto (estariam mais para Defeitos especiais). No geral, o visual do filme é até agradável, estragado somente pelas animações do final, que acabam sendo meio feias… Infelizmente, foi o que os recursos dos anos 90 permitiram. Ah, também não posso me esquecer de que os Power Ranger desafiaram a física e os limites do bom senso vez ou outra, mas não posso esperar realismo de um filme em que as pessoas soltam faíscas ao invés de sangue, né? O fato de eles não sangrarem eu até entendo por causa da roupa especial deles (supostamente uma armadura), e por uma questão de censura, mas tem algumas coisas que realmente me doeram ver quando eu assisti o filme.

Ah, a trilha sonora está de parabéns, contou com a música tema de Power Rangers e Red Hot Chili Peppers.

Curiosidade: Os power Ranger teriam capacetes que mostrassem seus rostos, para dar mais emoção às cenas de batalhas. Chegaram até a gravar algumas cenas assim, mas desaprovaram e regravaram as cenas com capacetes que cobrissem totalmente seus rostos. Eis aqui uma foto de como seria… Estou feliz de que tenham desistido da ideia!
power-rangers-movie-rosto

Por hoje foi isso, nossa segunda  análise de filmes. Se gostaram, deem um like e comentem.

Thomas Magno

 

Anúncios

2 comentários em “Desenterrando… Power Rangers – Mighty Morphin?”

Deixe um comentário :D

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s